21
Oct
2011
0

Top 10 Repescagem – Festival do Rio 2011

     Para quem não conseguiu assistir nada ou quase nada no Festival do Rio, mas quer aproveitar essa última chance e continua sem saber o que ver, o Cinédoque fez um top 10 para te ajudar. Lembrando mais uma vez que o foco são filmes inéditos.

1 – Querida vou comprar cigarros e já volto (Première Latina)

Já foi indicado aqui no top 20 das apostas do Festival. Filme visto e indicação sustentada. (vide http://cinedoque.com/2011/10/11/apostasfestrio-2011/)

2 – Juntos para sempre (Première Latina)

Já foi indicado aqui no top 20 das apostas do Festival. Indicação sustentada (vide http://cinedoque.com/2011/10/11/apostasfestrio-2011/).

3 – Os crimes de Snowtown (mostra Expectativa)

Já foi indicado aqui no top 20 das apostas do Festival. Indicação sustentada (vide http://cinedoque.com/2011/10/11/apostasfestrio-2011/).

4 – Red State (mostra Midnight Terror)

Já foi indicado aqui no top 20 das apostas do Festival. Indicação sustentada (vide http://cinedoque.com/2011/10/11/apostasfestrio-2011/).

5 – O bosque (mostra Expectativa)

Já foi indicado aqui no top 20 das apostas do Festival. Indicação sustentada (vide http://cinedoque.com/2011/10/11/apostasfestrio-2011/).

6 – Tiranossauro (mostra Expectativa)

Filme do Reino Unido que venceu nas categorias melhor diretor, ator  e atriz no Festival de Sundance deste ano. É o longa de estréia do ator e roteirista Paddy Considine na direção, além de ser o responsável também pelo roteiro. Ele já venceu alguns prêmios importantes como o BAFTA e o Leão de Prata no Festival de Veneza por seu trabalho de atuação e roteirizou e participou de alguns clipes como o de “Leave before de lights come on” do Arctic Monkeys. O filme foi bastante comentado e elogiado durante o Festival.

7 – Fran Lebowitz: Falando em público (mostra Itinerários Únicos)

Dirigido por Martin Scorsese, o documentário sobre a escritora norte-americana Fran Lebowitz é na verdade um papo com ela em sua mesa cativa de seu restaurante preferido em Nova York. Conhecida por seu sarcasmo e seu estilo “sem papas na língua”, Fran, que começou sua carreira a convite de Andy Warhol para ser colunista da extinta revista Interview, discorre sobre assuntos diversos e atuais.

8 – O moinho e a cruz (mostra Panorama do Cinema Mundial)

Uma produção sueco-polonesa dirigida pelo cineasta polonês Lech Majewski e inspirada na tela “The way to calvaire” do pintor belga Pieter Bruegel, considerado um dos maiores expontes da pintura flamenga no século XVI. A estética do filme parece reproduzir as cores e luzes, pelas quais as obras dos mestres flamengos ficaram conhecidas. Com Charlotte Rampling, Michael York e Rutger  Hauer.

9 – Uma vida nova (Première Latina)

Filme argentino sobre um triângulo amoroso produzido por Pablo Trapero, diretor e produtor de longas de destaque no cena de seu país como Carancho e Leonera.

10 – O advogado do viado (mostra Mundo Gay)

Quem gosta de midnight movies vai curtir esse documentário sobre um cineasta conhecido no meio, o canadense Bruce LaBruce. Famoso por seus filme polêmicos que misturavam sexo, violência e mensagens políticas, ele é a figura central do queercore, que desconstrói os clichês da atitude gay. Com depoimentos de figuras de peso como Gus Van Sant e John Waters.

You may also like

A grande aposta
Reações facebookianas aos filmes do Oscar
O regresso
Apostas para o Festival do Rio 2014

Leave a Reply